Recursos

Você já passou pelo vale da decisão existencial? Parte 2
07 de Setembro de 2017
Você já passou pelo vale da decisão existencial? Parte 2

Esta é a parte 2 do artigo, se você ainda não leu a primeira parte, recomendo que o faça clicando aqui “Você já passou pelo vale da decisão existencial? – Parte 1”.

Antes mais nada precisamos conceituar alguns termos para que você possa entender com mais facilidade sobre o que estamos tratando. O primeiro termo é “vale da decisão existencial”, também conhecido como crise existencial.

Todos passamos por crises existenciais, sendo as mais comuns: a adolescência do bebê (entre 2 e 4 anos), a pré-adolescência, a dos 7 anos de casamento, a dos 40 anos, e da terceira idade. Nem comento sobre as que nós criamos por decisões erradas que tomamos.

Acredito que a utilização da palavra “crise existencial” denota algo negativo como se a pessoas em crise estivesse doente ou fora de si. Todos nós em algum momento zoamos de alguém que passava por uma, usando expressões como: ele está na aborrecência; o tiozinho agora quer virar garotão, etc.

As crises existenciais são, na verdade, situações-limites que geram uma série de conflitos internos e geralmente são desencadeados quando as respostas para perguntas sobre significado e propósito de vida deixam de fornecer direção, satisfação ou paz, isto é, deixam de fazer sentido para quem somos ou estão em conflito com nossos valores fundamentais e visão de mundo.

Portanto, prefiro a metáfora do vale da decisão – local descrito por um autor da Bíblia chamado Joel, em que ele numa visão enxerga milhares de pessoas num grande vale e para sair dele precisam tomar a decisão de escolher entre dois caminhos – céu ou inferno. É justamente esse sentimento que permeia a nossa mente quando estamos em crise - a difícil tomada de decisão que pode alterar para sempre o nosso futuro e a nossa existência. Estar no nesse vale da decisão pode ser bom ou ruim, conforme a maneira como você o encara e também conforme as decisões e mudanças decorrentes desse processo.

Como identificar os sintomas de que estamos no vale da decisão? Existem sintomas físicos e sintomas emocionais.

Sintomas físicos

  • Ansiedade;
  • Fadiga mental;
  • Procrastinação;
  • Dores musculares;
  • Alteração de apetite;
  • Sensação de fraqueza.

Sintomas emocionais

  • Sentimento de impotência diante dos problemas;
  • Pensar muito sobre a morte e sentimento de perda ou desperdício da vida;
  • A crença de que a vida não tem um propósito;
  • Conflitos com valores fundamentais;
  • Sentimento de estar no automático.

Para você que está identificando um ou mais sintomas físicos e/ou emocionais, a primeira atitude é a de reconhecer e aceitar o vale da decisão existencial como uma oportunidade incrível de mudança. Como prometido, estarei enviando, gratuitamente, a ferramenta de coaching que me fez identificar que realmente eu estava em um vale da decisão existencial e foi o ponto inicial da minha jornada de mudança.

 

Ops! Ocorreu um erro favor contatar o suporte técnico.